NÃO HÁ AMOR MAIOR

 

O P. Giuseppe Berardelli, de 72 anos, é descrito pelos seus amigos, pelo “seu” presidente do município, como um homem de coração.

Apesar de ter testado positivo para o coronavírus, e com evidentes dificuldades respiratórias, há alguns dias, decidiu sacrificar a sua vida por

uma outra pessoa com o mesmo problema.

Renunciou ao ventilador, que a sua comunidade paroquial tinha adquirido para ele, para que pudesse ser destinado a alguém mais jovem.

Alguns chamam-no o novo S. Maximiliano Kolbe, outros consideram-no herói, para outros é um santo.

Tudo apreços justos, mas o P. Giuseppe era apenas um padre, exclusivamente um padre.

Um padre alegre por o ser, que com a sua motocicleta e o seu ardor inflamaram, durante anos, a sua comunidade.

As suas obras dirigiam-se à comunidade e aos seus jovens, e a sua “última” obra não podia deixar de ser também assim.

Não chegámos a conhecer o P. Giuseppe, a não ser no fim da sua vida; conhecemo-lo pelo seu gesto de amor, e de imediato entrou-nos no coração...

Obrigado pelo teu testemunho.

Sem Título

 P. Enzo Gabrieli

In SIR
Trad.: Rui Jorge Martins
Imagem: P. Giuseppe Berardelli | D.R.
Publicado em 24.03.2020