quinta-feira, 05 agosto 2021
- - - - - -
Educação Moral e Religiosa Católica

Secretariado Diocesano do Ensino da Igreja nas Escolas - Porto

Encontro EMRC

Visitantes

Hoje 151

Ontem 276

Esta semana 877

Este mês 1117

Total 1597443

Neste momento: 8 convidados e nenhum utilizador em linha

Procedimentos para os concursos à lecionação da EMRC 2021/2022

  • Publicado em domingo, 31 janeiro 2021 23:13
  • Acessos: 220

 

Caros Professores, 

 

Já se encontra disponível no nosso site,

a legislação aplicável ao concurso para a lecionação de EMRC 2021/2022, 

assim como os documentos necessários para uma candidatura válida.

Pode aceder ao menu "Concursos" - "Procedimentos ou clique aqui.

Tome em atenção os prazos e as regras de preenchimento.

 

Obrigado a todos!

foto concurso

Materiais para aulas sobre as JMJ

  • Publicado em domingo, 10 janeiro 2021 17:10
  • Acessos: 210

Caros Professores:

 

O SNEC, tendo em vista uma adequada compreensão das Jornadas Mundiais da Juventude,

apresentou propostas de aulas para os alunos de EMRC do 3.º Ciclo e do Ensino Secundário;

são materiais que dão continuidade às propostas do ano letivo anterior,

pelo que entendemos ser importante que, aqueles professores que as não lecionaram,

as tenham agora presentes para uma melhor compreensão e lecionação das que agora se apresentam.

As referidas propostas estão disponibilizadas no Centro de Recursos do Educris assim como em anexo a esta notícia.

Consultem ainda: 

https://www.youtube.com/watch?v=VEoco_elehY&feature=emb_imp_woyt

https://www.youtube.com/watch?v=NIxI8YvSKGk&feature=emb_imp_woyt

 

Partilhem o máximo que conseguirem!

JMJ emrc site

 

 Anexo1_proposta_planificacao-de-projeto-de-intervencao_professor

Anexo-1_ser-voluntario

Anexo-2_jmj_secundario

Anexo2_proposta_grelha-de-planificacao-de-projeto-de-intervencao_alunos

Anexo-3_jmj_secundario

Anexo5_infografico_obras-de-misericordia_emrc_jmj_3ciclo_2020

Proposta de Aulas de EMRC sobre as Jornadas Mundiais da Juventude Ano letivo 2020-2021 – 3º ciclo

Proposta de Aulas de Educação Moral e Religiosa Católica - Jornadas Mundiais da Juventude ANO LETIVO 2020/2021 – Ensino Secundário

Padlet_tutorial

Ser Voluntário

Proposta de aulas de EMRC sobre as Jornadas Mundiais da Juventude Ano letivo 2020-2021 – 3º Ciclo/Secundário - Tutorial de apoio

Propostas para o 3.º ciclo

Propostas para o ensino secundário

Formação de professores de EMRC | Outubro de 2020

  • Publicado em terça-feira, 13 outubro 2020 22:02
  • Acessos: 312

cartaz vf Easy Resize

 

Pode visualizar as intervenções dos oradores nosso canal de Youtube, clicando aqui.

Laudato Sí: programações e leituras

  • Publicado em domingo, 13 setembro 2020 21:08
  • Acessos: 313

A todos os Professores: 

Neste início de ano letivo queremos dar a todos força e coragem!  

Este será, sem dúvida, um ano em que todos precisamos de todos e em que,

quanto mais os professores comunicarem entre si e com o SDEIE, melhores respostas iremos encontrar! 

O contexto de pandemia que atravessamos obriga-nos a planear o ano letivo não de uma forma definitiva,

mas tendo em conta as vicissitudes de cada fase; 

ainda assim, vamos procurar desenvolver atividades, iniciativas adequadas e pertinentes

para a comunidade educativa que a nossa disciplina serve. 

Inspirados no Plano Diocesano de Pastoral 2020-2021, vimos propor, com especial incidência pedagógica,

para este ano Ano Laudato Síviver o ano escolar 2020-2021, na Disciplina de EMRC, segundo este propósito: 

“Crescer na Consciência do Cuidado da Casa Comum. Dá cá mais 5 c’s”.

Anexamos um conjunto de documentos cuja leitura poderá complementar

e enriquecer criativamente as propostas do Ano Laudato Sí por vós desenvolvidas. 

 

laudato Easy Resize.com 1

 Anexo 1: Propostas SDEIE

Anexo 2: Plano anual

 

 

FÉRIAS

  • Publicado em sábado, 15 agosto 2020 16:42
  • Acessos: 450

"

As férias ensinam a olhar, perguntar, pensar

 

Tempo de férias: tempo para olhar, ou melhor, para contemplar.

Sim, porque habitualmente olhamos as pessoas ou as coisas, mas não as vemos.

Não temos tempo para deter o olhar, habituado a responder ao estímulo de alguma coisa

que o atrai de maneira repentina: um semáforo, um placar publicitário…

Ou então olhamos aquilo que nos é dito para olhar: os nossos olhos são atraídos

por aquilo que foi pensado para nos seduzir,

para chamar a nossa atenção, para acender o nosso desejo.

Não é por acaso que, muitas vezes, constatamos «não vi, não me dei conta»,

só porque uma coisa não se impõe ao nosso olhar.

As férias são um tempo propício para exercitar o olhar:

sobre uma praia ter os olhos abertos para o céu;

deter-se a ver o mar que está sempre a mudar de cor e de forma;

ver como uma formiga transporta uma migalha de pão; observar como é feita uma flor…

É assim que se aprende a “ver com o coração”, como aconselhava o Principezinho.

Então, ao abrir os olhos do nosso coração, podemos dedicar-nos a contemplar,

a ver em grande, e, por isso, a sentir em grande.

Assim se começa a ver verdadeiramente aquilo que existe e vive ao nosso lado,

ainda que muitas vezes não nos apercebamos;

treinamo-nos a admirar e a acolher o inesperado,

o que é desconhecido e diferente daquilo que pensamos. (...)

É preciso, então, encontrar tempo para ficar a sós, no silêncio, e demorar-se nas perguntas que nos habitam.

Se nunca fizermos este “trabalho”, arriscamo-nos a viver à superfície, sem estarmos conscientes,

sem conseguir ler a nossa vida e a avaliá-la nas suas expetativas e nos seus fracassos.

Os latinos diziam que cada ser humano amadurecido deve conseguir “habitare secum”,

a habitar consigo, a escutar-se.

Não é uma operação narcisista,

mas um ato de verdade sobre si e sobre a relação com os outros.

É uma necessidade para agarrar a própria vida nas mãos com um mínimo de lucidez,

e assim aprender a amar-se a si e aos outros com inteligência e criatividade.

Nas férias, dêmos, por isso, tempo à reflexão, ao pensar.

E a quem nos pergunta «o que estás a fazer?», respondamos:

«Olho e penso».

Rara mas extraordinária resposta!"

 

Enzo Bianchi

Para consultar o texto na íntegra, aqui.

descanso